INTERVENCAO DE SEXA MINISTRA DOS NEGOCIOS ESTRANGEIROS E COOPERACAO- ANCAMENTO DO MAPEAMENTO DA DIASPORA

­­­­­­­­­­­­­­­­­­­ REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE

MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS E COOPERAÇÃO

INSTITUTO NACIONAL PARA  AS COMUNIDADES MOÇAMBICANAS NO EXTERIORINACE

Intervenção de Sua Excelência Verónica Nataniel Macamo Dhovo, Ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação por ocasião do arranque do Mapeamento da Diáspora Moçambicana, sob o lema: “Quem Somos e Onde Estamos no Mundo”

Sua Excelência, Pedro Comissário, Vice-Ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação;

Excelentíssimo Senhor Charles Kwenin Director Regional da Organização Internacional para as Migrações para a África Austral;

Caros membros do Conselho Consultivo do MINEC;

Caros Compatriotas;

  1. Lançamos hoje o processo do mapeamento dos Moçambicanos na diáspora na sequência da aprovação pelo Conselho de Ministros das actividades do Governo para os primeiros 100 dias de Governação, que incluem o mapeamento da diáspora moçambicana anunciada por Sua Excelência Filipe Jacinto Nyusi, Presidente da República, no dia 18 de dezembro de 2019.
  • Neste quadro, o Governo da República de Moçambique, tem a honra de anunciar o arranque do Mapeamento da Diáspora Moçambicana sob o Lema:  “Quem somos e onde estamos no mundo”.
  • Convidamos a todos os nossos compatriotas residentes no exterior a se juntarem a esta iniciativa governamental, que tem como objectivo ter informação útil para criação de condições com vista ao envolvimento cada vez maior da diáspora no desenvolvimento de Moçambique, bem como na melhoria das condições do seu atendimento no que concerne as responsabilidades do Governo.
  • O Mapeamento da diáspora será operacionalizado pelas Missões Diplomáticas e Consulares de Moçambique acreditadas nas diversas capitais internacionais.
  • As Missões Diplomáticas e Consulares deverão  difundir no seio das comunidades e associações de moçambicanas na diáspora, informações relevantes sobre o arranque do mapeamento com vista á  adesão massiva ao processo.
  • A nível central a actividade do mapeamento será coordenada e supervisionada pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, através do Instituto Nacional para as Comunidades Moçambicanas no Exterior-INACE.

Maputo, 19 de Fevereiro de 2020